DICAS CULTURAIS


______________________________________________________________________________________________________________________________

Show: John Pizzarelli Trio
Estilo: Jazz
LocalBourbon Street
A grande atração do mês de maio no Bourbon Street será o guitarrista e cantor John Pizzarelli, um dos nomes contemporâneos mais conhecidos do jazz americano, que faz uma única apresentação, no dia 18 de maio, quarta-feira. Desde as conhecidas versões dos Beatles até releituras de clássicos de compositores americanos, como George Gershwin, Johnny Mercer e Sammy Cahn, sua voz suave e a guitarra jazzística são um programa imperdível.
18/05 às 20h00 no Bourbon Street em São Paulo.
IngressosSympla

______________________________________________________________________________________________________________________________

São Paulo – Caetano VelosoCaetano Veloso Show Extra: Turnê meu Coco – Espaço das Américas.

Depois de uma turnê pela Europa, Caetano Veloso já tem datas confirmadas para apresentar seu mais recente álbum, “Meu Coco”, no Brasil. E para alegria do público brasileiro, o cantor e compositor sobe aos palcos já com data marcada. “Cada faixa do novo álbum tem vida própria e intensa. Se ‘Anjos Tronchos’ tem sonoridade semelhante a de ‘Abraçaço’, o último disco que fiz antes deste, ‘Sem Samba Não Dá’ soa a Pretinho da Serrinha: uma base de samba tocada por quem sabe – e a sanfona de Mestrinho, que comenta as fusões de música sertaneja com samba tradicional. Uma discussão sobre o (não uso) da palavra ‘você’ pela brilhante jovem fadista Carminho virou o fado midatlântico ‘Você-Você’, que ela terminou cantando comigo – e ganhou bandolim sábio de Hamilton de Holanda fazendo as vezes de guitarra portuguesa”, explica o artista. Caetano ainda segue comentando outras faixas. “Há ‘Não Vou Deixar’, com célula de base de rap criada no piano por Lucas e letra de rejeição da opressão política escrita em tom de conversa amorosa. ‘Pardo’, cujo título já sugere observação do uso das palavras na discussão de hoje da questão racial, teve arranjo de Letieres Leite, baiano, sobre a percussão carioca de Marcelo Costa. ‘Cobre’, canção de amor romântico, fala da cor da pele que compete com o reflexo do sol no mar do fim de tarde do Porto da Barra. Jaques Morelenbaum, romântico incurável, veio orquestrá-la. Mas também tratou de ‘Ciclâmen do Líbano’, com fraseado do médio-oriente salpicado de Webern”, completou.

Espaço das Américas – 06, 07 e 08 de Maio – É recomendável apresentar comprovante de vacinação 
Ingressos:
http://www.espacodasamericas.com.br/634-caetano-veloso

______________________________________________________________________________________________________________________________